Domingo, 13 de Janeiro de 2013

Banido e proibido

 

 

 

Começaremos falando do filme desconhecido de muitos que foi proibido de ser lançado chamado 1Anunnaki o qual vemos na figura abaixo:

 

 

Um filme muito preciso e independente, baseada nos livros de Zecharia Sitchin que deveria ter sido lançado em 2007 , 2008 e 2009. O site oficial do filme era desconcertante e havia fotos da pré-produção. Mas algo aconteceu . Foi encerrado , bem como qualquer link relacionado com o seu único filme. Todas as imagens , vídeos e informações foram banidos da Internet. O filme nunca foi lançado e as faixas de sua existência foram apagadas da mídia. É óbvio que essa produção não seria somente mais um filme de ficção científica, talvez derrubasse as manipulações, mentiras e distorções sobre a verdadeira origem da raça humana.
Muitos com certeza despertariam para outra realidade ou pelo menos ficariam com uma baita pulga atrás da orelha, incomodando e quem sabe fazendo o povo dorminhoco sair a procura de respostas.

Em 2006, um diretor desconhecido norte-americano / produtor Jon Gress , começou a filmar o que deveria ser o filme mais polêmico do século. A trilogia sobre a permanência Anunnaki na Terra. Desde a chegada 450.000 anos atrás, o pré / pós impérios de inundação , a saída e um provável retorno em meados de 2012.

Caro leitor o assunto abordado aqui é tão sério que ao procurarmos na internet pelo assunto percebemos que o site oficial do filme foi abandonado www.1anunnaki.com, ou seja não está mais ativo.

 

 

ao acessar o site disclose.tv que aparentemente disponibiliza imagens da parte 1 do misterioso filme, demos de cara com essa mensagem de que o firewall do Governo dos EUA baniu esse site para os Norte Americanos, isso mesmo, estão fechando as portas para os cidadãos Norte-Americanos.

confira no final da página os links sobre esse filmes banido.

 

A seguir Iremos Expor o porque esse assunto é tão Espinhoso:

 

 

Caro leitor, as revelações que iremos fazer nesse Tema, sinceramente mexeu comigo, de uma forma intensa, pois quando mexemos com assuntos que em nossa concepção são a nossa base firme, o que na verdade não existe na vida bases firmes, quando percebemos que nossa visão de verdade é pura ilusão o que surge de dentro de nossa psique é como se um abismo aberto e nos vemos sem chão, e misturado com um pouco de indignação pelo sistema atual por motivo de perceber as mentiras e enganos implantados desde a muito, se não fosse o amparo real do Criador do todo que existe, uma luz no final do tunel realmente era o fim do fim. Dessa faz menção o grande estudioso das escrituras Sumérias Dr. Zecharia Sitchin

O que iremos aqui expor é de fato o resultado das transcrições de escrituras deixadas e relatadas pelos antigos sumérios em suas famosas tabuas de argila escritas em cuneiforme, de fato isso pode chocar a muitos mas deve ser dito..

 

 

 

Livro perdido de Enki de Zecharia Sitchin, o Dr. Sitchin, foi o especialista capaz de traduzir centenas de tabuletas da antiga escrita Cuneiforme, e o que ele revela em seu livro é realmente chocante, mas de certa forma esperado por muitos inteligentes estudiosos de misterios.

Acontece que os antigos Sumérios deixaram escritos de forma bem didatica até o que aconteceu em sua cultura, em seu cotidiano, e deixaram bem claro quem os fez e porque os fizeram, devemos lembrar que essa fascinante Civilização surgiu na localidade onde hoje é o Iraque( os americanos se interessaram intensamente por essa região), e as curiosidades começam é quando na tradução chegamos a paralelos inquestionaveis entre o Gênese conhecido pela Biblia, e o que dizem as escrituras traduzidas sumérias de pelo menos 6000 aC, mas as histórias relatadas podem refazer 445.000 mil anos atrás.

 

De acordo com a Biblia o Senhor criou Adão (adam) do Barro da Terra, muito interessante é que de acordo com as escrituras Sumérias Enki vindo de Nibiru encontrou em nosso planeta uma especie de primata, que geneticamente aperfeiçoou, inserindo o seu Sinal Genético e o deram o nome de ADAMU, Caros leitores percebam a semelhança dos nomes Adam (Adão) e Adamu(criação do homem pelos sumérios.)

 

 

E é Só o começo das coincidências, tanto peritos como teólogos reconhecem na atualidade que os relatos 
bíblicos da Criação, de Adão e Eva, do Jardim do Éden, do Dilúvio ou 
da Torre de Babel se apoiaram em textos escritos milênios antes 
na Mesopotâmia, em especial escritos pelos sumérios.

EDIN = EDEN, segundo o Dr. Sitchin, os Anunnakis, vieram de Nibiru, com espaçonaves cruzaram o cinturão de asteroides que éra o pavor deles, usando um tipo de raio que saia da nave e abria caminho, para que as naves passassem, ao chegar a Terra construiram o espaçoporto que serviria para a missão terra, bem o intrigante é o nome do espaçoporto se chamava EDIN, o que lembra essa palavra? sim caro leitor lembra EDEN.

A criação do Homem pelos Sumérios foi feito inicialmelmente em tubo de ensaio vindo de nibiru, mas obtiveram o melhor resultado quando utilizaram um pote de barro da terra, (lembrar que a biblia diz que o homem foi feito do barro, oO)

Longe do Edin, sejam expulsos!
Assim o ordenou Enlil; Adamu e Ti-Amat foram expulsos do Edin ao 
Abzu.

E pelas Escrituras Sumérias Adamu (similar a Adão) e ti-amat( smilar a Eva) forma expulsos do Edin, oO. Caro leitor lembremos que estamos nos referindo a escrituras Sumérias e não Biblicas, o que nosleva a perceber que o antigo testamento se apoiou em outra escritura muito mais antiga.

Foto acima a anomalia no mont Ararat

ABAIXO SEGUE A PARTE EM QUE O EQUIVALENTE A O NOÉ SUMÉRIO CHAMADO "ZIUSUDRA" CONSTRÓI UM IMENSO BARCO E SUA HISTÓRIA:

 

Tradução Dr. Sitchin

Quando a onda, a muralha de águas, chegou ao Shurubak, a onda 
soltou de suas amarras à embarcação de Ziusudra, sacudindo-a, 
tragou-se à embarcação como um abismo de água.
Embora completamente inundada, a embarcação se manteve firme, não 
entrou sequer uma gota de água.
No exterior, a onda da tormenta pegou despreparada às pessoas como 
uma batalha mortal, ninguém podia ver seus semelhantes, o chão se 
desvaneceu, só havia água. De repente, as poderosas águas haviam 
coberto a terra firme; antes que terminasse o dia, a muralha de água, 
ganhando velocidade, chegou às montanhas.
Em suas embarcações celestiais, os Anunnaki circundavam a Terra.
Abarrotando os compartimentos, escondiam-se contra as paredes 
exteriores, contemplavam angustiados o que estava ocorrendo ali 
abaixo, na Terra.
Do navio celestial no qual estava, Ninmah ficou a gritar como uma 
mulher de parto.
As águas cobrem a meus criados como libélulas afogadas em um 
lago, a onda cobriu e levou toda a vida! Assim chorava e gemia Ninmah.
Inanna, que estava com ela, também chorava e se lamentava. Tudo ali 
abaixo, tudo o que vivia, converteu-se em barro!
Assim choravam Ninmah e Inanna; choraram e aliviaram seus 
sentimentos.
Em outros navios celestiais, os Anunnaki estavam aniquilados ante a 
visão daquela desenfreada fúria, naqueles dias presenciaram com 
temor um poder maior que o seu. Desejaram os frutos da Terra, tiveram 
sede do elixir fermentado.
Os dias de antigamente, ai, converteram-se em barro! Assim se diziam 
uns aos outros.
Depois de que a imensa onda varresse a Terra, reabriram as comportas 
do céu, e se desatou um aguaceiro dos céus à Terra.
Durante sete dias se mesclaram as águas de acima com as águas do 
Grande Abaixo; depois, a muralha de água, alcançando seus limites, 
cessou em sua investida, mas as chuvas dos céus continuaram durante 
quarenta dias e noites. De suas posições elevadas, os Anunnaki 
olhavam para baixo: onde uma vez houve terra firme, agora havia muito 
água, e onde uma vez houve montanhas que elevavam seus picos até 
os céus, seus topos eram agora como ilhas nas águas; e tudo o que 
vivia na terra firme havia perecido na avalanche das águas.
Depois, como no Princípio, as águas se reuniram em suas conchas, 
agitando-se acima e abaixo, dia a dia foi baixando o nível da água. Mais 
tarde, quarenta dias depois de que o Dilúvio cobrisse a Terra, as chuvas 
também se detiveram.
Depois dos quarenta dias, Ziusudra abriu a portinhola da embarcação 
para inspecionar os arredores. Era um dia luminoso, soprava uma suave 
brisa; completamente sozinha, sem nenhum outro signo de vida, a 
embarcação cabeceava sobre um vasto mar.
A Humanidade, tudo o que vivia, foi varrido da face da Terra, ninguém, 
salvo nós, sobreviveu, mas não há terra firme sobre a que pôr o pé!
Assim disse Ziusudra a seus parentes, enquanto se sentava e se 
lamentava. Então, Ninagal, nomeado por Enki, dirigiu a embarcação 
para os picos gêmeos da Arrata, fez uma vela para ela, para o Monte da 
Salvação levou a embarcação.
Ziusudra estava impaciente; liberou as aves que havia à bordo para que 
procurassem terra firme, enviou-as para que comprovassem se 
havia sobrevivido um pouco de vegetação. Deixou sair uma andorinha, 
deixou sair um corvo; ambos voltaram para a embarcação. Deixou sair a 
uma pomba; e voltou para a embarcação com um ramo de um árvore! 
Agora sabia Ziusudra que a terra firme tinha aparecido de debaixo das 
águas.
Uns quantos dias mais e a embarcação se deteve em umas rochas.
O Dilúvio passou, estamos no Monte da Salvação! Assim lhe 
disse Ninagal a Ziusudra.
Abrindo a portinhola hermética, Ziusudra saiu da embarcação; o céu era 
claro, o Sol brilhava, soprava um suave vento. Apressadamente, 
chamou a sua esposa e a seus filhos para que saíssem. Elogiemos ao 
senhor Enki, a ele demos obrigado!, disse-lhes Ziusudra. Juntou pedras 
com seus filhos, com elas construiu um altar, depois acendeu fogo 
sobre o altar, fez um fogo com incenso aromático.
Uma ovelha, uma sem mancha, escolheu para o sacrifício, e sobre o 
altar, ofereceu a ovelha a Enki como sacrifício.
Naquele momento, Enlil transmitiu palavras a Enki desde seu navio 
celestial:
Descendamos em Torvelinhos dos navios celestiais sobre o pico da 
Arrata(similar a monte ARARAT onde a arca do noé biblico pairou posterior ao diluvio), para revisar a situação, para determinar o que fazer!

Enquanto outros seguiam circundando a Terra em seus navios 
celestiais (naves espaciais), Enlil e Enki descenderam em Torvelinhos sobre o pico Arrata.
Os dois irmãos se sorriram ao encontrar-se, com alegria estreitaram os 
braços.

Caro leitor você deve ser seu juiz, e decidir, as peças estão na mesa, cabe junta-las, nesse Tema o nosso objetivo é o de clarear, de demonstrar que a Biblia e o Gênese pode ter se baseado e origem em escrituras muito mais antigas, segundo os escritos Cuneiformes Sumérios, foi Enki, principe de Nibirú teve um sonho e avisou a Ziusudra ( noé sumério) sobre o diluvio que viria, e salvou o remanecente do homo sapiens, Enki Vindo de Nibiru, em momentos se refere a existência de um Criador do Todo que existe( Deus como conhecemos na Biblia)

IMPORTANTE ESSE ASSUNTO?

DIRIAMOS MUITO!

 

Não percam o próximo a Tema do Porta Oculta!!

 

Links relacionados

http://www.disclose.tv/action/viewvideo/52606/1ANUNNAKI___Chapter_ONE/

http://www.youtube.com/watch?v=EesLEZM41vs

publicado por portaoculta às 21:42
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
29
30
31


.posts recentes

. Os Anunnaki em Português ...

. Antigo e atual guilhão

. Nada novo, tudo cíclico

. Stargate

. Projetados para servir

. Imagens gritantes

. A Maestria para os Engrax...

. Banido e proibido

. ALINHAMENTO PLANETÁRIO CO...

. A História Secreta da Raç...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Maio 2014

. Dezembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds